Início » Nota em defesa de Catalão

Nota em defesa de Catalão

de Antônio Paulino
785 visitas

Causou estranheza o fato de a Reitoria da UFCAT emitir Nota de Repúdio à homenagem que será feita, no Córrego do Almoço, ao fundador de Catalão. 

Primeiro, pela desinformação. A praça, que será construída, nada tem de monumento ao Anhanguera no projeto. E, mesmo que tenha ou tivesse, o papel da Reitoria seria o de encomendar a seus professores a apresentação de uma historiografia alternativa para o nosso povo. Pois, esta é a única história que conhecemos, constante nos livros didáticos e na própria bibliografia universitária. 

Segundo, causou estranheza  o velado desmerecimento aos monumentos históricos, numa larga confusão entre ciência e ideologia. Se o nome “Anhanguera” é tão proscrito, seria mais eficaz, para a universidade, propor a troca de nome da TV Anhanguera, da Rodovia Anhanguera e da própria Cidade de Anhanguera, do que repudiar o memorial de uma simples pracinha.

Terceiro, mais lamentável ainda, o desmerecimento do nome, da origem e da memória de um município que tanto lutou para oferecer curso superior a seus moradores. Nosso povoado, que começou no Córrego do Almoço, hoje aceita alunos e professores de fora, com grande respeito e calor humano, esperando que as suas tradições populares sejam, pelo menos, aceitas e respeitadas.

Se existe alguma contradição ou fantasia, na memória historiográfica de Catalão, que sejam apontadas de forma científica e dentro dos canais apropriados para discussão (livros, revistas, seminários, debates, palestras etc.) Jamais em notinhas de repúdio pelas redes sociais. Não seria este um canal indicado para a reitoria de qualquer universidade.

A verdade é que, os catalanos têm uma identidade vigorosa, fundada na forte memória do município. É um povo sério, conhecido pela franqueza e pela sinceridade, principalmente quando se trata de defender as suas tradições. Catalão nasceu com a Bandeira do Anhanguera! Se foi bom ou ruim, não cabe ao pesquisador fazer juízo de valor. 

Por fim, como cidadão catalano, assino meu próprio nome abaixo, sem me ocultar por detrás de qualquer instituição ou entidade. A responsabilidade desta nota é inteiramente minha.

LUÍS ESTEVAM 

(Professor aposentado)

0 comentario
1

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário