Início » Prefeitura de Catalão apoia parceiros em pesquisa, tecnologia e inovação para maior produtividade na agricultura

Prefeitura de Catalão apoia parceiros em pesquisa, tecnologia e inovação para maior produtividade na agricultura

de Antônio Paulino
1697 visitas

O setor agrícola, um dos principais pilares da economia de Catalão, ganhou novos aliados para um desenvolvimento sustentável e na promoção de práticas agrícolas mais ecológicas e responsáveis.

Na manhã desta quinta-feira(18/04), um grupo de trabalho, formado por representantes da Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia de Goiás, Fundo de Amparo à Pesquisa de Goiás (FAPEG), Embrapa, Emater, Universidade Federal de Catalão (UFCAT), Instituto Federal Goiano (IFGoiano) e Câmara Municipal de Catalão, esteve no gabinete do prefeito de Catalão, Adib Elias. 

Na ocasião, em função de uma viagem a Goiânia, o prefeito de Catalão foi representado pelo secretário de administração, Nelson Fayad, e pela secretária municipal de Ciência e Tecnologia, Kelen Cury, que lembraram aos presentes as conquistas mais recentes da área educacional-tecnológica e colocaram o município à disposição do grupo de trabalho para as demandas necessárias.

*Unidade de Catalão pronta para funcionar*

A ideia da parceria é fortalecer o Centro de Excelência em Produção de Bioinsumos (CEBIO), um projeto do Governo de Goiás com unidades de produção em 13 municípios goianos. Em Catalão, a unidade de Pesquisa e Transferência de Tecnologia em Bioinsumos foi inaugurada na UFCAT, nesta quinta-feira(18/04). O investimento custou aproximadamente R$ 1 milhão. O projeto terá duração de 10 anos.

*Polo educacional tecnológico*

O projeto defende uma proposta sustentável que incentiva o uso de macro e microrganismos para fins agrícolas, beneficiando propriedades rurais de pequeno, médio e grande porte. “Catalão entrará no projeto com contribuição nas áreas de mineração e fertilizantes. E para isso, contamos com a ajuda de toda classe política na obtenção de recursos e condições para fortalecer Catalão como um polo educacional tecnológico”, disse Alex Tristão, diretor do campus do IFGoiano no município. 

*Mais recursos*

Temos a determinação do Governo de Goiás para que os recursos do fundo sejam levados principalmente no interior do Estado. Vamos aumentar o fomento de verbas para pesquisa, desenvolvimento tecnológico, mestrado e doutorado”, disse o presidente da FAPEG, Marco Arriel.

*Ciência e tecnologia para bem viver*    

O ex-prefeito de Catalão, Velomar Rios, participou do encontro. Ele disse que, com o aumento da população da cidade, na ordem de 1.500 nascimentos por ano, a saída é, agora mais do que nunca, o investimento na educação. “Se não tivermos políticas públicas baseadas na inovação, ciência e tecnologia, não teremos como acolher bem catalanos que estão chegando. Queremos que Catalão cresça de forma ordenada e com alegria”, disse.

*Sobre Bioinsumo*

Bioinsumo – o produto, o processo ou a tecnologia de origem vegetal, animal ou microbiana, destinado ao uso na produção, no armazenamento e no beneficiamento de produtos agropecuários, nos sistemas de produção aquáticos ou de florestas plantadas, que interfiram positivamente no crescimento, no desenvolvimento e no mecanismo de resposta de animais, de plantas, de microrganismos e de substâncias derivadas e que interajam com os produtos e os processos físico-químicos e biológicos.

SECOM | Prefeitura de Catalão

0 comentario
0

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário