Início » Auxílio Aprimoramento: servidores da educação estadual realizam mais de 3 milhões de horas de cursos de capacitação

Auxílio Aprimoramento: servidores da educação estadual realizam mais de 3 milhões de horas de cursos de capacitação

de Antônio Paulino
13785 visitas

Professores e servidores administrativos da rede estadual de educação de Goiás cumpriram mais de três milhões de horas de cursos de capacitação no último semestre. O resultado, inédito, corresponde a uma média de 75 horas por colaborador da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Os números indicam uma mudança importante de cultura organizacional na pasta, impulsionada pela criação do Auxílio Aprimoramento do Governo de Goiás em 2022.

“É muita coisa se comparado ao número de horas que recebíamos antes da implantação do benefício. A maioria das coordenações regionais atingiu 95% da adesão de servidores aos cursos. A cultura agora é de estudo e especialização constante”, aponta o ouvidor da Seduc, Joaquim Trindade. Ele explica que o servidor deve apresentar semestralmente os certificados dos cursos.

Para facilitar a adesão de novos professores ao benefício, a Seduc prorrogou neste semestre o prazo para entrega de certificados. Antes, o prazo seria até o dia 31 de junho. Agora, o servidor pode enviar o documento até o dia 30 de agosto. Os temas dos cursos englobam administração Pública, combate ao racismo e ao assédio sexual, pedagogia inclusiva e acessibilidade escolar.

*Benefício para todos*

O Auxílio Aprimoramento garante um valor mensal fixo no valor de R$ 500 para todos os servidores da Seduc — efetivos, comissionados e temporários — que comprovarem a realização de cursos de aprimoramento em sua área de atuação. O envio do certificado é feito duas vezes ao ano: em junho, referente ao primeiro semestre, e em dezembro, ao segundo semestre letivo. Servidores administrativos devem apresentar certificado de capacitação de, no mínimo, 20 horas por semestre; professores, de 40 horas.

A própria Seduc oferece cursos de qualificação por meio do Centro de Estudo, Pesquisa e Formação dos Profissionais da Educação (Cepfor). Outra instituição que disponibiliza capacitações é a Escola do Governo do Estado de Goiás. Os servidores podem ainda cursar programas oferecidos por instituições privadas e organizações conveniadas. Para servidores com graduação, especialização, mestrado ou doutorado em andamento, basta apresentar declaração. 

*Progressão mais rápida*

Antes do auxílio, a mudança de categoria dos professores (A, B, C e D) consistia em um processo mais lento, podendo ocorrer a cada 3 anos e com a comprovação do desenvolvimento de cursos de aprimoramento, com um total de 120 horas. A cada progressão horizontal do servidor, seu salário aumenta em 2%. Com o Auxílio Aprimoramento, essa progressão se torna mais rápida e automática, desde que o professor preste contas com as certificações semestralmente. O servidor que, desde 2022, cumpriu todos os requisitos do Auxílio Aprimoramento já recebeu 15 mil reais a mais em seus proventos.

0 comentario
0

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário