Início » Caiado anuncia promoção de 877 bombeiros militares

Caiado anuncia promoção de 877 bombeiros militares

de Antônio Paulino
8176 visitas

O governador Ronaldo Caiado anunciou nesta segunda-feira (17/06) a promoção de 877 oficiais e praças do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO). O comunicado foi feito em vídeo gravado pelo governador e publicado nas redes sociais. Ao todo serão promovidos 787 praças, além de 70 oficiais e 20 alunos do Curso de Habilitação de Oficiais de Administração (CHOA).

Trata-se da maior promoção da história do CBMGO. O governador parabenizou os bombeiros militares pela ascensão na carreira e reconheceu a dedicação, empenho e o árduo trabalho realizado em suas funções. “Essa promoção é o reflexo do trabalho árduo de cada um de vocês e de um Governo que sabe reconhecer o valor do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás”, destacou Caiado. 

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros de Goiás, coronel Washington Luiz, falou do trabalho incansável dos servidores, sempre em busca de melhorias e crescimento profissional dentro da instituição. “Permanecer firme no propósito de melhoria contínua é o que nos define como bombeiros militares. Mesmo diante das dificuldades, é nossa resiliência e comprometimento que nos fazem crescer, tanto como indivíduos, quanto como corporação”, enfatizou o comandante-geral.

De acordo com o coronel, o processo para promoção é “rigoroso, repleto de filtros e exigências”, mas a “dedicação incansável em aprender, treinar duro e superar os próprios limites” tornou possível a promoção dos 787 praças e 90 oficiais. “Sabemos que o caminho rumo à promoção é desafiador e muitas vezes se apresenta cheio de obstáculos. A jornada da carreira militar não se resume apenas à escalada hierárquica, mas sim à constante busca por excelência e crescimento pessoal e profissional”, explicou Washington Luiz.

*Redução do interstício*

Em abril de 2024 o governador anunciou a redução do prazo para promoção de soldados do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO). Com isso, houve a queda de cinco para quatro anos do interstício na graduação de soldado para cabo, medida que beneficia 1.704 militares, sendo 1.500 da PMGO e 204 do CBMGO. “Está sendo dada a vocês a condição de crescer numa instituição que sabe respeitar cada um dos seus integrantes”, disse Caiado à época.

0 comentario
0

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário