Início » Para morrer basta estar vivo

Para morrer basta estar vivo

de Antônio Paulino
1004 visitas

A vida é cheia de surpresas, as vezes boas, outras vezes nem tanto. Apesar de saber que todos nós um dia vamos morrer, certas mortes nos surpreendem e trazem profunda tristeza nos familiares e amigos. Ontem, dia 14, nós de Catalão perdemos dois amigos queridos que se foram “ainda cedo”, assim podemos dizer. Silvânio do Idesc, o “Bactéria” como era conhecido, faleceu aos 64 anos. Leonardo Ferreira Rosa, o Léo, era ainda mais jovem, tinha 62 anos.

Ficamos aqui em orações para que Deus conforte os corações dos familiares e amigos que estão de luto nesse momento. A morte, apesar de não ser novidade, sempre deixa marca de tristeza profunda e difícil de superar. Os familiares, particularmente, são os que mais sofrem. Clamamos a Deus seu agir para nos dar força e entendimento para aceitar esse momento.

0 comentario
1

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário