Início » Parceria entre Prefeitura de Catalão e o Estado de Goiás viabiliza o Serviço de Verificação de Óbito (SVO) na cidade

Parceria entre Prefeitura de Catalão e o Estado de Goiás viabiliza o Serviço de Verificação de Óbito (SVO) na cidade

de Antônio Paulino
6908 visitas

Na manhã desta terça-feira(30/04), na sede da Polícia Técnico-Científica de Catalão, foi assinado um acordo de cooperação entre o Instituto Médico Legal (IML) e a Secretaria Municipal de Saúde.

O documento celebrou a parceria entre a Prefeitura de Catalão e o Governo de Goiás, via Secretaria Estadual de Segurança Pública (Polícia Técnico-Científica) para implantação do Serviço de Verificação de Óbito (SVO) na cidade.

Agora, graças à parceria entre Estado e Município, todos os casos de morte – incluindo as violentas, por acidentes, autoextermínio, envenenamento, afogamento e outras – deixarão de ser encaminhadas para o IML de Caldas Novas, percorrendo uma distância de 110 km, e  passarão a ser examinados no IML de Catalão.

Pela parceria, a estrutura do Instituto Médico Legal (IML), localizado na Av. Dr. Lamartine P. de Avelar, em Catalão, será usada para os procedimentos necessários aos exames de verificação da causa da morte e emissão da Declaração de Óbito (DO). Nessa parceria, o município entra com a contratação da equipe necessária para a ampliação do serviço. 

Em 2014, os administradores do município de Catalão foram convidados pelo Governo Federal para sediar as bases regionais (no Sudeste de Goiás) do SAMU e do SVO, mas, surpreendentemente, o convite foi recusado. Então, as centrais regionais desses dois importantes serviços públicos foram, na época, aceitos pela administração municipal de Caldas Novas. Com esse ato de hoje, o prefeito Adib Elias faz justiça aos moradores de Catalão, que nesses 10 anos, tiveram que passar pela agonia de esperar até 15 horas a liberação do corpo de um ente querido pelo SVO de Caldas Novas, que agora, tem um braço descentralizado, aqui em Catalão”, disse o médico Antônio Tessari, coordenador do Núcleo de Polícia Técnico-Científica  de Catalão.

Nós, que herdamos um problema que gerou desgosto a centenas de famílias enlutadas, por cerca 10 anos, agora temos a felicidade de ver resolvida essa questão”, disse Jair Humberto, presidente da Câmara Municipal de Catalão.

“Vale destacar o trabalho iniciado pelo ex-secretário de Saúde de Catalão, Velomar Rios, do deputado estadual Jamil Calife; e concluído pela atual secretária da mesma pasta, a Gizelda Alcântara. Nós, em Caldas Novas, temos que atender 18 municípios da região. Em determinados dias, recebemos até 5 corpos de falecidos de diferentes cidades para fazermos todos os procedimentos, o que causa demora na liberação dos corpos. Então, quero parabenizar o prefeito Adib Elias pela determinação de implantar o SVO em Catalão”, disse Robson Rodrigues, chefe da Polícia Civil e diretor regional do SVO de Caldas Novas.

*Estudo de propagação de doenças*

Uma outra vantagem da instalação desse serviço, além do acalento das famílias em se diminuir o tempo de espera, é a possibilidade de esclarecimento da causa de todas as mortes, o que é de fundamental importância para o município, do ponto de vista epidemiológico”, lembra Gizelda Alcântara, secretária de Saúde de Catalão. 

Também participaram da assinatura do termo de cooperação o Dr. Luis Antônio Ribeiro, promotor de Justiça de Catalão, responsável pelo controle de atividades da Polícia Civil no município, e o delegado regional da Polícia Civil de Catalão, Jean Carlos Arruda.

SECOM | Prefeitura de Catalão

0 comentario
1

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário