Início » Em fala para jovens, Lula reforça importância da educação e do Enem

Em fala para jovens, Lula reforça importância da educação e do Enem

de Antônio Paulino
301 visitas

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a destacar a importância da educação e da formação profissional para a conquista de emprego e melhoria de vida, e fez novo apelo aos jovens se inscreverem no Enem até a próxima sexta (16/6), quando se encerra o prazo para as provas de 2023.

“É importante que todo mundo que queira fazer universidade se inscreva no Enem até 16 de junho, para ter a oportunidade de entrar numa universidade, fazer um curso, virar doutor ou doutora. Quando você não tem profissão, você não tem emprego. Por isso, é importante estudar”, afirmou em conversa com o jornalista Marcos Uchôa, na estreia do programa Conversa com o Presidente, transmitido ao vivo pelas redes sociais.

Lula lembrou de sua história pessoal como exemplo de transformação, já que foi o primeiro da família a ter salário acima do mínimo e acesso a bens de consumo em função do emprego que conquistou após o curso de torneiro mecânico. “Por conta de uma profissão, eu ganhei mais do que um salário mínimo, fui o primeiro na família a ter um carro, uma geladeira, uma televisão. E, depois, virei dirigente sindical e presidente da República”.
 

SONHAR GRANDE – Em mensagem otimista à juventude para que sonhe grande, o presidente destacou a importância de reservar um período do dia para os estudos. “Esses quatro, cinco anos que você estudar, vão te dar garantia para o resto da vida. Não jogue fora esse tempo precioso da juventude. Vá para a balada que você quiser, mas dedique um tempo para estudar, porque é isso que vai garantir o teu futuro e da tua família”.
 

BALANÇO – No bate papo ao vivo na manhã desta terça (13/6), Lula fez balanço positivo dos primeiros seis meses de governo, período em que as políticas sociais que deram certo em suas gestões anteriores foram retomadas, como Bolsa Família, Mais Médicos, Minha Casa Minha Vida, Brasil Sorridente e muitas outras.
 

“Seis meses depois que começamos a governar, acredito que trabalhamos mais do que em qualquer outro momento da história porque encontramos um país destruído e precisamos reconstruir. Quem já reformou sabe que reconstruir é muito mais difícil do que fazer uma casa nova”, disse.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

0 comentario
0

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário