Início » Com escritório em Brasília, Goiás busca recursos para obras em transporte e saúde

Com escritório em Brasília, Goiás busca recursos para obras em transporte e saúde

de Antônio Paulino
271 visitas

O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Relações Institucionais (Serint), definiu o Planejamento Estratégico Institucional do Gabinete de Representação de Goiás no Distrito Federal (GRG). A portaria nº 158, publicada no Diário Oficial nesta semana, traça os caminhos que devem ser seguidos pelo GRG entre 2023 e 2026. 

Nesse período de quatro anos de trabalho, uma das principais missões do Gabinete em Brasília é fortalecer o vínculo de Goiás com o governo federal.  Essa articulação com a União tem o objetivo de viabilizar recursos para investimentos no estado. Uma das prioridades são as obras estruturantes que constam no Plano Plurianual (PPA) e no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), conforme planejamento do Governo de Goiás.

Entre elas, estão a ampliação do BRT de Santa Maria (DF) até Luziânia e a construção do Complexo Oncológico de Referência do Estado de Goiás (CORA). A primeira etapa de funcionamento da unidade de saúde vai oferecer tratamento oncológico especializado às crianças e adolescentes. Os investimentos devem resultar em desenvolvimento para o estado, além da geração de empregos e melhoria no bem-estar da população. 

Em Brasília, o GRG é a unidade que representa o Governo de Goiás nas discussões políticas, na busca de recursos e fornece suporte técnico necessário para o governador Ronaldo Caiado, ou outros representantes do governo estadual, acompanharem as demandas do estado junto à União. 

O secretário Lucas Vergílio, titular da Serint, instituição a qual o GRG está subordinado, explica que o intuito desse Planejamento Estratégico é direcionar os trabalhos. “O Gabinete tem a importante missão de somar forças junto ao governo federal. Esse trabalho deve ser feito de forma que consigamos trazer mais recursos, que se transformarão em desenvolvimento e benefícios para Goiás e sua população”, disse. 

Para o chefe do GRG, Renatho Melo, a missão é desafiadora. “São assuntos importantes para a sociedade goiana, que ajudam a escrever a história do nosso estado. Mediante projetos grandiosos, precisamos de parcerias e recursos para sua viabilização e é para isso que vamos seguir trabalhando”, concluiu. 

0 comentario
0

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário