Início » Expedição Safra 2024: Emater participa de evento que visa checar a situação de soja em Goiás

Expedição Safra 2024: Emater participa de evento que visa checar a situação de soja em Goiás

de Antônio Paulino
777 visitas

Com o objetivo de estabelecer um panorama da real situação da safra de soja no estado, o Governo de Goiás, com o apoio da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), está participando da Expedição Safra Goiás 2024, promovida pelo Sistema Faeg/Senar/Ifag. De 15 a 19 de janeiro, serão percorridos mais de 5,8 mil quilômetros, divididos em 10 rotas e passando por cerca de 80 municípios goianos.

Os técnicos Jean Louis Martins e Antônio José Alves estão representando a Emater nesta jornada. Durante as visitas, eles estão verificando parâmetros como o número de plantas por unidade de área, altura das plantas, quantidade de vagens e grãos, estágios da lavoura e as atuais condições de produtividade em relação ao déficit hídrico ocorrido nos últimos meses.

Durante a expedição, uma das tarefas da nossa equipe é levantar dados da cultura da soja por meio desta pesquisa in loco. Ao final, vamos registrar tudo em um documento que será disponibilizado aos produtores para que utilizem as informações como referência nas próximas safras”, afirma Jean Louis.

De acordo com o último levantamento feito pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), atualmente há mais de 4,6 milhões de hectares de soja plantada em Goiás, sendo que são estimadas para a safra 23/24 a colheita de 17 milhões de toneladas do grão. Esse número é quase 4% menor do que a safra 22/23, onde foram colhidas 17,7 milhões de toneladas. Como já iniciou o período da colheita deste ano, a expedição irá checar in loco a realidade das lavouras em Goiás.

Além disso, durante a expedição serão coletadas amostras das cultivares para fins de estudos. Ao término da ação, será realizado um levantamento com detalhes sobre a produção do grão em Goiás, com ênfase no comportamento da soja diante da atual situação climática.

0 comentario
1

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário