Início » Governo de Goiás convoca mais 600 mulheres em situação de violência doméstica para entregar documentos do Aluguel Social

Governo de Goiás convoca mais 600 mulheres em situação de violência doméstica para entregar documentos do Aluguel Social

de Antônio Paulino
6721 visitas

O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab) e da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), convoca mais 600 mulheres em situação de violência doméstica para entrega de documentos do Aluguel Social até o dia 25/07. As mulheres moram em 84 municípios goianos. 

Entre os documentos que devem ser entregues está o Boletim de Ocorrência, Sentença Condenatória da Ação Penal e Relatório elaborado por assistente social; ou então medida protetiva emitida por autoridade judicial. A documentação deve ser anexada por meio do site www.goias.gov.br/agehab em até 30 dias.

O edital para esse público específico permite que o beneficiário viva em outro município diferente daquele para o qual está se inscrevendo. Essa foi uma evolução da legislação, por entender que as mulheres em situação de violência têm necessidades diferenciadas.

Essas mulheres precisam apenas comprovar a ligação com o Estado. Ela pode optar por receber o benefício em outro município goiano que não o de origem, justamente porque a vítima pode ter necessidade de se afastar do agressor”, explica o presidente da Agehab, Alexandre Baldy. 

O edital exclusivo para mulheres em situação de violência é mais uma ação do Governo de Goiás de combate à violência doméstica e proteção da mulher e seus filhos. “Com uma moradia segura, a mulher não precisa mais depender do agressor”, afirma o secretário da Infraestrutura, Pedro Sales. 

O Aluguel Social é um benefício de R$ 350 concedido por 18 meses. Toda mulher residente em Goiás que tenha os documentos que comprovem a situação de violência pode solicitar inclusão no programa a qualquer momento. Para mais informações, é só acessar o site www.goias.gov.br/agehab ou entrar em contato pelo telefone (62) 3096-5050.

0 comentario
0

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário