INFRAESTRUTURA-NOVO
Início » Mais de 800 trabalhadores capacitados pelo Cotec, em 12 municípios goianos, receberam incentivo financeiro para iniciar um negócio próprio

Mais de 800 trabalhadores capacitados pelo Cotec, em 12 municípios goianos, receberam incentivo financeiro para iniciar um negócio próprio

de Antônio Paulino
918 visitas

Desde o início de janeiro deste ano, o Governo de Goiás já contemplou 876 trabalhadores, em 12 municípios goianos, com o cartão do Crédito Social, totalizando um investimento de R$ 2,68 milhões. O incentivo financeiro é direcionado a pessoas que concluíram um curso profissionalizante pelo Colégio Tecnológico do Estado de Goiás (Cotec) e desejam iniciar uma atividade por conta própria. Para ter acesso ao Crédito Social, o formando do Cotec deve ter perfil ativo no CadÚnico do governo federal. Com repasse de até R$ 5 mil, o contemplado pode adquirir insumos e ferramentas necessárias para começar a trabalhar e ter renda. 

Entre os beneficiários, destaca-se Wilma Rosa, que concluiu o curso de alongamento de unhas no Cotec de Valparaíso e recebeu R$ 2.582,00 do Crédito Social para adquirir equipamentos e material de trabalho. “Estou sem trabalho e há seis meses busquei nesse curso uma oportunidade de recomeçar minha vida. Receber o crédito social para comprar todo material que preciso me dá esperança de que será um sucesso”, comemora Wilma. 

Outro exemplo inspirador é o de Josivana Cunha, que fez o curso de confeitaria e foi beneficiada pelo Crédito Social. Com o apoio financeiro recebido, Josivana deu início ao seu próprio negócio na área da confeitaria, demonstrando o impacto positivo das ações do governo estadual na vida dos cidadãos goianos. “Estou muito feliz com essa oportunidade. Com o dinheiro do Crédito Social comprei os maquinários e insumos e já estou produzindo meus bolos. Tenho até encomendas”, celebra Josivana. 

Iniciativa do Goiás Social, executada por meio da Secretaria da Retomada, o Crédito Social tem se destacado como uma ferramenta eficaz na promoção do empreendedorismo e na redução das desigualdades sociais e econômicas no estado. Lançado em maio de 2021, o programa visa proporcionar oportunidades e inclusão social às famílias em situação de vulnerabilidade. 

É uma política pública completa, que vai desde a capacitação de mão de obra para atender a demanda do mercado, passando pela geração de renda para trabalhadores vulneráveis e ainda direcionando recursos para fortalecer as economias dos municípios”, destaca o secretário da Retomada, César Moura, ao lembrar que o dinheiro aplicado no Crédito Social só pode ser gasto no comércio do município e região. 

*Profissionalização

Paralelo às ações voltadas ao Crédito Social, o Governo de Goiás atua fortemente na profissionalização dos goianos. Estão abertas 30.770 vagas para esse primeiro semestre de 2024, em mais de 800 tipos de capacitação e qualificação ofertadas nas 17 unidades dos Cotecs, em Goiânia e no interior. Nos primeiros 40 dias do ano, 128 alunos já receberam seus certificados e estão preparados para o mercado de trabalho. Mais informações: cotec.org.br.

0 comentario
0

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário