Início » Pintura do Serra Dourada é revitalizada com mão de obra carcerária

Pintura do Serra Dourada é revitalizada com mão de obra carcerária

de Antônio Paulino
896 visitas

Vinte reeducandos do Complexo Prisional Policial Penal Daniella Cruvinel, em Aparecida de Goiânia, iniciaram, na última quinta-feira (4/4), a revitalização da pintura externa e interna do estádio Serra Dourada. A prestação de serviço faz parte de convênio assinado entre a Diretoria-Geral de Polícia Penal (DGPP) e a Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel).

O trabalho de pintura se estenderá até o dia 13 de abril, na véspera do jogo entre Atlético Goianiense e Flamengo (RJ), que será realizado na praça esportiva no dia 14 de abril, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro Série A.

Os apenados que trabalham na revitalização da praça esportiva serão remunerados com recursos financeiros do Fundo de Proteção Social do Estado de Goiás (Protege) e terão direito à remição de pena – um dia de sua pena remido a cada três dias trabalhados. 

Durante o trajeto entre o Complexo Prisional e o estádio, os reeducandos são escoltados pelos grupamentos de elite da Polícia Penal – Tático de Ações e Escolta (GTAE) e o de Operações Penitenciárias Especiais (Gope). Dentro do Serra Dourada, a segurança é feita por policiais penais, com apoio da Polícia Militar.

Uma de nossas missões é realizar, de forma digna, a reintegração social do reeducando. Esse convênio com a Secretaria de Esporte e Lazer é mais um passo para aproximarmos esses presos da sociedade e prepara-los para a vida e o trabalho fora do cárcere”, explica o diretor-geral adjunto de Polícia Penal, Firmino José Alves.

Secretário de Estado de Esporte e Lazer, Rudson Guerra enalteceu a parceria institucional firmada pelos órgãos do Governo de Goiás. “O Serra Dourada é um patrimônio de todos os goianos, e vai ser mostrado novamente para todo o Brasil neste grande evento que será o jogo entre Atlético e Flamengo. A mão de obra para a pintura vai deixar o estádio mais bonito para o torcedor e vai ser uma forma de reparação e ressocialização dos detentos”, destacou o titular da pasta.

*Espaço ecumênico*

Em 2023, a DGPP entregou 100 bancos de madeira para o espaço ecumênico do Serra Dourada e bancadas de madeira para as cabines de imprensa do estádio. Os itens foram produzidos por custodiados que trabalham na Seção Industrial do Complexo Prisional, em Aparecida de Goiânia.

0 comentario
0

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário