Início » Vila Cultural Cora Coralina abre projeto “Painel Temporário 2024”

Vila Cultural Cora Coralina abre projeto “Painel Temporário 2024”

de Antônio Paulino
475 visitas

Está aberta a temporada 2024 do projeto “Painel Temporário” da Vila Cultural Cora Coralina, unidade da Secretaria de Estado da Cultura (Secult Goiás). O artista goiano Wilson Formiga foi o primeiro a colorir a parte da área externa do espaço. O painel “Assim como o céu”, de 8×4 metros, fica exposto até maio, quando outro artista será convidado para fazer a nova intervenção do local. A obra foi pintada na última sexta-feira (12/01) e marca a primeira mostra do artista em uma instituição cultural. 

O mural aborda lembranças próprias da infância, com as inúmeras brincadeiras que fazem parte do universo lúdico da criança brasileira, bem como memórias pessoais do artista. “Além do acesso à educação, ao esporte e à arte, é necessário que as crianças possam também brincar e ser felizes livremente com segurança no seu ambiente cotidiano. Assim, podemos promover e construir constantemente o bem-estar e as melhores lembranças, com perspectiva de um futuro melhor diante das adversidades da vida”, discorre Formiga. 

Filho de pintor letrista, Wilson Formiga conta que gostava de desenhar desde a infância, mas após a perda precoce do pai, aos nove anos, parou. O artista decidiu voltar a desenhar e pintar há pouco mais de dois anos e classifica de “resgaste” a narrativa que traz do seu cotidiano nas criações. “Quando eu comecei, não esperava nada com as pinturas, então fico muito feliz com tudo que está acontecendo e com o convite de pintar aqui na Vila Cultural”, afirma. 

Wilson Formiga tem 26 anos e é natural de Goiânia, onde vive e trabalha. Possui inúmeras intervenções urbanas espalhadas pela capital. Participou de mostras coletivas, sendo reconhecido como pintor e desenhista, transitando por diversas linguagens artísticas que exploram o universo do skate, da arte de rua e das diversas manifestações culturais, estabelecendo uma ponte entre as zonas periféricas e o centro das grandes metrópoles.

Foram sete horas para concluir a pintura, que contou com assistência e colaboração dos também artistas Copoxujo (Lucas Henrique Alves) e Mobila (Miguel Oliveira), além da documentação do processo feita pelo videomaker e fotógrafo Heberty Mateus, criador do @instaconstando, um perfil dedicado à Arte Urbana produzida no Estado de Goiás.

A Vila Cultural Cora Coralina funciona de segunda-feira a domingo, das 9h às 17h, com entrada gratuita. A unidade é petfriendly. 

0 comentario
0

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário