Início » João de Deus é condenado a mais 118 anos de prisão; penas já somam quase cinco séculos

João de Deus é condenado a mais 118 anos de prisão; penas já somam quase cinco séculos

de Antônio Paulino
450 visitas

João Teixeira de Faria, mais conhecido como João de Deus, foi condenado a mais 118 anos de prisão em três processos relacionados a crimes sexuais. Nesta sexta-feira, 15, o juiz Marcos Boechat Lopes Filho, da comarca de Abadiânia, proferiu a sentença, que já soma uma pena total para 489 anos e 4 meses de reclusão, ao considerar as condenações anteriores.

Jornal Opção entrou em contato com o advogado de João de Deus e aguarda o posicionamento da defesa. Ao portal G1, o defensor dele, Anderson Van Gualberto, afirmou que aguarda notificação oficial sobre as novas sentenças e que planeja recorrer da condenação.

De acordo com informações do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), o médium foi acusado de crimes cometidos contra 66 vítimas. Desses, foi condenado em 56 casos.

Além da sentença de prisão, João de Deus foi obrigado a pagar indenizações por danos morais às vítimas, totalizando até o momento R$ 100 mil. O Tribunal ainda informou que todas as 17 ações penais contra ele foram julgadas em primeira instância.

Atualmente, João de Deus cumpre pena em regime de prisão domiciliar devido a uma decisão em segunda instância. O TJGO também informou que a defesa dele entrou com seis apelações contra as sentenças condenatórias, das quais algumas foram analisadas e parcialmente atendidas pelo TJ-GO. No entanto, duas delas estão pendentes de julgamento no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ainda não possuem decisão definitiva.

Os casos de abuso sexual começaram a ser denunciados por mulheres em 7 de dezembro de 2018. Elas alegaram terem sido vítimas durante atendimentos espirituais na casa Dom Inácio de Loyola. João de Deus foi inicialmente preso em 16 de dezembro de 2018.

0 comentario
0

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário