Início » Goiás recebe delegação chinesa para conhecer potencial de produção de arroz

Goiás recebe delegação chinesa para conhecer potencial de produção de arroz

de Antônio Paulino
633 visitas

O presidente da Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), Rafael Gouveia, participou da recepção da delegação chinesa composta por membros da Universidade Agrícola de Yunnan (YAU) em visita ao estado de Goiás. O encontro, liderado pelo vice-governador Daniel Vilela e pelo secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Pedro Leonardo Rezende, aconteceu nesta segunda-feira, 22, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira.

A programação da visita, que seguirá até quinta-feira, 25, tem como objetivo apresentar à comitiva do país asiático, principal parceiro comercial do estado, o potencial goiano de produção de arroz, além de também compartilhar experiências, tecnologia e discutir sobre futuras parcerias para fortalecer a cultura.

Durante o encontro de boas-vindas, o vice-governador, Daniel Vilela, afirmou estar muito feliz com a visita da delegação. “Goiás está de portas abertas para firmar novas parcerias com a China. Vamos apresentar aos chineses o potencial produtivo do arroz no estado durante a agenda oficial da comitiva”, destacou.

De acordo com o secretário Pedro Leonardo, Goiás tem crescido na cadeia produtiva do arroz tanto na produção, quanto no desenvolvimento de pesquisas. “A expectativa com esta visita da delegação chinesa é entender quais as principais demandas do mercado chinês e quais as características do arroz que eles estão buscando“, explica.

Atualmente, a Emater em parceria com a Embrapa Arroz e Feijão, está desenvolvendo pesquisas com cultivares do grão na Estação Experimental de Porangatu. “Desde 2021, o cultivo do arroz no estado está em constante crescente e nós estamos trabalhando para ampliar a produção em Goiás na busca pela autossuficiência em relação à produção e ao consumo do grão”, ressalta Rafael Gouveia, presidente da Emater.

Durante a agenda em Goiás, a comitiva irá passar pela Embrapa Arroz e Feijão, que fica em Santo Antônio de Goiás, por propriedades produtoras de arroz em Flores de Goiás, participará de palestras na Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) e finaliza em visita ao complexo de irrigação de Luiz Alves, distrito de São Miguel do Araguaia.

Produção goiana

Segundo dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgados no 4º Levantamento para a safra 2023/24, Goiás possui uma área de 16,0 mil hectares dedicada à cultura de arroz. Com uma produtividade estimada em 5,5 toneladas por hectare, espera-se alcançar 88,2 mil toneladas do grão na safra 2023/24, o que representa um crescimento de 8,1% em relação à safra anterior.

Os municípios de Flores de Goiás e São Miguel do Araguaia são alguns dos destaques goianos na produção. De acordo com a pesquisa Produção Agrícola Municipal, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na safra 2022, Flores de Goiás alcançou uma produção de 60,3 mil toneladas de arroz, enquanto São Miguel do Araguaia, município do qual o distrito de Luiz Alves faz parte, obteve 26,3 mil toneladas.

Emater Goiás
Comunicação Setorial
0 comentario
0

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário