Início » Após retirada de um nódulo no pâncreas, morre deputada federal pelo Mato Grosso, Amália Barros, aos 39 anos

Após retirada de um nódulo no pâncreas, morre deputada federal pelo Mato Grosso, Amália Barros, aos 39 anos

de Antônio Paulino
7128 visitas

 De acordo com o boletim médico do Hospital Vila Nova Star, divulgado neste sábado (11), a deputada federal Amália Barros (PL-MT), de 39 anos, passou por uma nova cirurgia para tratar complicações no fígado des dias depois de uma cirurgia para a retirada de um nódulo no pâncreas. A parlamentar, que estava internada em estado grave, não resistiu e morreu.

Michelle Bolsonaro

A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro, era amiga da parlamentar. As duas atuaram juntas na última campanha eleitoral e um evento na Paraíba viralizou quando Michelle subiu ao palco com Amália e surpreendeu os presentes ao pedir que a amiga retirasse a prótese.

Neste domingo (12), Michelle fez uma homenagem para Amália em sua conta no Instagram. Junto com uma foto das duas, ela escreveu que “sempre irá amá-la”.

Bolsonaro

O ex-presidente Jair Bolsonaro fez um post no X (antigo Twitter) em que chamou a parlamentar de irmã e escreveu:”Deus, em sua infinita bondade, a receba e conforte seus familiares e amigos”.

Tarcísio

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, publicou uma foto ao lado da parlamentar e postou: “minhas condolências à família da @amaliabarros, que se tornou um grande exemplo de superação de barreiras e de dedicação e amor ao próximo, Que Deus a acolha na sua infinita misericórdia e conforte seus familiares e amigos. Deixará muitas saudades!”.

Lei

A deputada perdeu a visão do olho esquerdo aos 20 anos, após uma infecção por toxoplasmose. Ela dá nome também a uma lei, sancionada ainda pelo ex-presidente Jair Bolsonaro, que reconhece brasileiros com visão monocular como pessoas com deficiência.

0 comentario
0

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário