Início » Danilo Cavalcante contou às autoridades que os agentes “quase pisaram nele várias vezes” durante as buscas, enquanto ele se escondia no mato

Danilo Cavalcante contou às autoridades que os agentes “quase pisaram nele várias vezes” durante as buscas, enquanto ele se escondia no mato

de Antônio Paulino
576 visitas

A perseguição por Danilo Cavalcante durou duas semanas no estado americano da Pensilvânia e foi concluída nesta quarta-feira, quando o fugitivo foi encontrado — por meio de imagens térmicas e ação de cães — escondido em meio a arbustos e toras de madeira. Ele havia escapado da prisão do condado de Chester, em 31 de agosto. Investigadores apontaram que Cavalcante costumava se mover pela região durante a noite e invadir propriedades privadas em busca de alimentos e outros suprimentos, como roupas e calçados. Mas qual era o plano do fugitivo para escapar das autoridades?

O vice-marechal do U.S. Marshals Service, Robert Clark, revelou que Cavalcante planejava roubar um carro e viajar para o Canadá. Segundo Clark, a informação foi detalhada pelo próprio fugitivo, em depoimento após a recaptura, com a ajuda de um tradutor para a língua portuguesa.

No início, Cavalcante estava na área de Longwood Gardens, ao sul do condado de Chester, mas depois percorreu outras áreas da região para tentar escapar, segundo Clark. A polícia suspeita que o brasileiro chegou a romper o perímetro de buscas passando por uma vala de drenagem ou um túnel subterrâneo.

Cavalcante estava preso pelo assassinato da ex-namorada, a compatriota Débora Brandão, ocorrido em 2021. Ele havia recentemente sido sentenciado à prisão perpétua pelo crime, mas fugiu antes de ser transferido para uma penitenciária estadual. Depois da recaptura, ele foi levado para uma cadeia de segurança máxima.

0 comentario
0

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário