Início » Mulher é retirada de avião, na Bahia, após confusão por causa de falta de espaço para a bagagem

Mulher é retirada de avião, na Bahia, após confusão por causa de falta de espaço para a bagagem

de Antônio Paulino
861 visitas

Três ministérios – o das Mulheres, o da Igualdade Racial e o dos Direitos Humanos e da Cidadania –emitiram comunicado sobre o incidente envolvendo Samantha Vitena, uma mulher negra que foi removida por agentes da Polícia Federal de um voo da companhia aérea Gol, que alegou que ter sido a decisão tomada como uma “medida de segurança operacional”.

Entenda o caso
Samantha foi obrigada a deixar o avião na sexta-feira, após ter dificuldade para guardar suas bagagens na aeronave e reclamar da situação. Em vídeo publicado nas redes sociais, ela narrou a situação. Ainda durante a gravação, agentes da Polícia Federal se aproximam dela, enquanto outros passageiros condenaram a atitude.

Para parte dos passageiros, a resposta das autoridades à situação foi desproporcional e racista. Os relatos dão conta de que, por falta de espaço para malas, a tripulação do voo pediu que Samantha despachasse a sua mochila. A mulher conta no vídeo que se negou a fazer dessa forma, pois havia risco de danos ao seu notebook.

Então, auxiliada por outros passageiros, Samantha conseguiu acomodar sua mochila dentro do espaço acima das poltronas. Mesmo assim, a decolagem atrasou e três agentes da Polícia Federal entraram no avião, posteriormente, para retirar a passageira da aeronave. Na sequência do vídeo, Samantha deixa o voo.

Samantha mora em São Paulo e é coordenadora de Educação do Instituto Identidades do Brasil (IDBR), uma ONG que se dedica à igualdade racial, com sede no Rio de Janeiro. Ela deixava a capital baiana para voltar para casa.

0 comentario
0

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário